Carlos Carvalhall: ″ Estou no Sporting em Beşiktaş … muitos anos viraram galinhas ″

Thomas Andrade

Tópicos

O treinador bracarense pede à equipa que seja criativa no jogo com Farins e diz estar tranquilo quanto à gestão dos onze e às expectativas dos jogadores.

Após 72 horas de desafios ao Leicester, pela Liga Europeia (3-3), recebe o Braga Varensee e Carlos Carvalal espera um “jogo complicado”, que vai exigir “empenho, determinação e qualidade” da sua equipa. . Estará em jogo manter o segundo lugar no torneio.

Já com David Carmo e Franzerygo como opções após longas penalidades, o treinador admite que não é fácil preparar a equipa sem muito tempo para treinar, embora esta seja uma boa oportunidade dado o facto do Braga estar a competir na Europa, e fala sobre a questão da gestão do Eleven.

“Azia para aqueles que ficaram de fora? Estou no Sporting, em Beşiktaş, há muitos anos transformado em galinha, isso não é novidade. Não temos Mora e Nikko.” [Gaitán], O que causa dentação. Obviamente, gostaria de ter todos os caras em boa forma, mas não estou reclamando. A equipe é curta e quando alguém falha, coloca mais esforço em alguns dos jogadores, mesmo tendo atletas com boa capacidade de recuperação, o que me deixa confortável ”, frisou o treinador, na coletiva em que recapitulou o jogo com Farinis (domingo, 8 horas) tarde).

Com mais ou menos desgastes, Carvalhall diz que Braga não vai desistir do “futebol positivo” e diz estar pronto para enfrentar as crescentes dificuldades impostas pelos adversários para travar o colapso ofensivo de Minho. Ele concluiu: “A equipe adora ter a bola e cada semana é um desafio para nós. Tentamos antecipar o que Farence faria e revelar as fraquezas do adversário. Temos de ser criativos”.

READ  A sobrinha de Vera Kolodzig apareceu pela primeira vez na ficção da SIC ao lado da atriz

Deixe um comentário