Um homem desaparecido há 30 anos foi encontrado vivo através do DNA da família

WLUm homem que era procurado por sua família há 30 anos foi encontrado no Brasil devido a um cruzamento de DNA realizado pela Polícia Científica de Pernambuco. Cícero Marques da Silva, 58, é o primeiro caso de alguém encontrado usando amostras de DNA de familiares de pessoas desaparecidas.

Cícero, mais conhecido nas ruas como Francisco, tinha desaparecido sem deixar vestígios há 30 anos. Foi encontrado em Arcoverde, cidade a 100 quilómetros da sua localização (Lajedo).

Morando na rua, sem nenhum documento que o identificasse, Cícero nunca soube explicar como foi parar em Arcoverde. Foi o contato de um policial aposentado que acabaria por iniciar o feliz desfecho desse desaparecimento. Carlos Lopez conhece Francisco (que na verdade era Cícero) desde 1999. A única coisa que sabe deste homem é que nasceu no Lajedo.

Cícero estava sem-teto em uma cidade a 100 quilômetros de sua© Reprodução / G1

Este ano, em junho, após a queda de Cícero, o ex-cliente decidiu levá-lo para sua terra natal. Carlos confirmou aí que Cícero era mesmo do Lajedo. Nessa ocasião, Carlos decidiu entrar na igreja e pedir ao padre que falasse do púlpito. Cícero foi apresentado aos crentes e a notícia se espalhou. Embora atendesse pelo nome de Francisco, ao saber da história contada na igreja, procurou saber mais sobre o homem misterioso.

Uma amostra de saliva foi retirada de Cícero e sua irmã Antonia. A comparação na análise dissipou quaisquer dúvidas e confirmou que os dois irmãos eram irmãos. Ao G1, Antónia admite que, mesmo passadas três décadas, sempre manteve a esperança e a crença de que Cícero estava vivo.

O Ministério da Justiça do Brasil estima que haja atualmente 80 mil desaparecidos no país, mas o número pode ser maior, pois nem todos os desaparecimentos são registrados na polícia, como foi o caso de Cícero.

Como parte dessa campanha, para encontrar pessoas desaparecidas, os testes de DNA são gratuitos e há pontos de coleta de amostras em 229 localidades do Brasil. Qualquer pessoa que deseje localizar um membro da família desaparecido pode ir a uma publicação para coletar a coleção. Ao todo, de acordo com o G1, mais de 2.600 pessoas cadastraram o material genético no programa que analisa dados de todos os estados.

Leia também: Protestos no Brasil pedem demissão de Bolsonaro

Seja sempre o primeiro a saber.
Escolha do consumidor pelo quinto ano consecutivo em jornalismo online.
Baixe nosso aplicativo gratuito.

Baixe a Apple Store
Baixe o Google Play

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

GIRONATV.COM É PARTICIPANTE DO PROGRAMA AMAZON SERVICES LLC ASSOCIATES, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE AFILIADO PROJETADO PARA FORNECER MEIOS PARA OS SITES GANHAREM TAXAS DE PUBLICIDADE EM E EM CONEXÃO COM AMAZON.COM. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.COM, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZÔNIA, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS PARA COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO, AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DE AMAZON.COM E DE SEUS VENDEDORES.
Giro na TV