Um homem abriu fogo na Catedral de Nova York e a polícia o matou

YoA polícia atirou em um homem armado com duas pistolas, depois que ele abriu fogo perto de uma catedral em Nova York, EUA. Os agentes explicaram que o acidente ocorreu na Catedral de St. John the Divine, em Manhattan, no domingo, perto de uma multidão reunida para a festa de Natal.

O suspeito – que gritou “Mate-me” quando o tiroteio começou – não foi identificado pelas autoridades. No entanto, o New York Times, que citou fontes policiais, diz que ele é um homem de 52 anos que já foi condenado por assassinato de segundo grau e histórico.

De acordo com o comissário de polícia Dermot F. Alguma coisa “Pela graça de Deus”, ninguém ficou ferido. O grupo estava se reunindo do lado de fora devido a restrições Doença do coronavírus-19, Ele tinha acabado de cantar quando as filmagens começaram.

para mim O site de rede social FacebookO homem disparou “vários tiros para o ar” na escada da catedral. “Todos estão em choque”, disse uma porta-voz da catedral ao jornal, acrescentando: “Havia centenas de pessoas e foram alvejadas pelo menos 20 vezes”.

Três policiais presentes no local dispararam aproximadamente 15 tiros contra o suspeito depois que ele começou a atirar. Pelo menos uma bala atingiu a cabeça do homem.

Um saco com gasolina, facas, cordas, cordas, um livro e fita adesiva foram posteriormente recuperados do local. “Acho que podemos presumir as más intenções que tive com o conteúdo desta bolsa”, disse o comissário de polícia.

Deixe um comentário