Um grupo de crianças descobriu os ossos de um pinguim gigante pré-histórico

Um grupo de crianças dos Junats, Hamilton Jr., descobriu alguns ossos de pinguins há 15 anos, durante uma caça a um fóssil. Descoberto no porto de Kawhia, Ilha do Norte, Nova Zelândia, agora é conhecido por ser uma nova espécie de pinguim que não havia sido identificada anteriormente. Cairo.

Uma equipe de pesquisadores da Massey University e do Bruce Museum visitou o Waikato Museum, cujo fóssil foi doado em 2017, para analisá-lo. Segundo especialistas, trata-se de um pinguim gigante que viveu de 27,3 a 34,6 milhões de anos atrás na Formação Glen Massey, na época do Oligoceno, quando a região de Waikato ainda estava coberta de água. Então foi nomeado mergulhador a pé, que significa “pernas longas” na língua Maori.

“O pinguim parece um pinguim gigante Cairo Descrito inicialmente em Otago [região da Nova Zelândia], mas tem pernas bem mais compridas (…). Essas pernas mais longas teriam deixado o pinguim muito mais alto do que os outros. Cairo Enquanto caminhava em terra, sua altura pode ter sido de 1,4 metros e pode ter afetado a velocidade com que ele podia nadar ou mergulhar ”, explica Daniel Thomas, professor da Massey University e um dos autores do estudo.

Como mencionado em Artigo – Commodity, esta descoberta foi importante não só em termos da evolução dos pinguins, mas também a nível regional; “A Ilha do Sul da Nova Zelândia tem sido historicamente um dos locais mais produtivos do mundo para fósseis de pinguins, enquanto os registros da Ilha do Norte foram limitados a algumas porções de espécimes.” Os autores enfatizam ainda que os pinguins têm “o registro fóssil mais completo e persistente de qualquer ramo de ave”.

“Oh mergulhador a pé É um ícone por vários motivos. O fóssil do pinguim nos lembra que compartilhamos a Nova Zelândia com incríveis raças de animais que remontam ao tempo, e que o compartilhamento nos dá um papel importante na tutela. A forma como o fóssil do pinguim foi descoberto, por crianças que descobriram a natureza, nos lembra a importância de encorajar as gerações futuras a se tornarem guardião [guardiões]’, ”Diz Daniel Thomas.

Simone Giovanardi, Daniel T. Ksepka e Daniel B. Thomas (2021) Pinguins fósseis de Oligoceno Gigante da Ilha do Norte da Nova Zelândia, Journal of Vertebrate Paleontology, DOI: 10.1080 / 02724634.2021953047

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

GIRONATV.COM É PARTICIPANTE DO PROGRAMA AMAZON SERVICES LLC ASSOCIATES, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE AFILIADO PROJETADO PARA FORNECER MEIOS PARA OS SITES GANHAREM TAXAS DE PUBLICIDADE EM E EM CONEXÃO COM AMAZON.COM. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.COM, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZÔNIA, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS PARA COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO, AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DE AMAZON.COM E DE SEUS VENDEDORES.
Giro na TV