O WhatsApp Business aplica recursos para facilitar a negociação no aplicativo

A nova pandemia de Coronavirus levou as empresas a se adaptarem aos canais digitais para continuar vendendo. Diante disso, o WhatsApp Business recebeu alguns novos recursos para ajudar os vendedores com a plataforma.

O software de mensagens está expandindo o alcance e o uso do código QR para permitir que os clientes entrem em contato facilmente com empresas que vendem por meio do aplicativo. Além disso, foi lançada uma série de pôsteres contendo frases como “Estamos abertos” ou “Oferta especial”. Por fim, o serviço passou a permitir o compartilhamento de catálogos de produtos por meio de links.

Um pacote de adesivos específico também foi lançado. Foto: WhatsApp / Reproduo

Recentemente, o WhatsApp implementou a capacidade de ingressar em grupos usando QR Code. Agora, com a ampliação da versão business, o consumidor passa a ter um canal direto com a empresa, podendo iniciar uma conversa apenas por meio da leitura do código, que pode estar localizado no boleto, no próprio empreendimento e até no site da loja.

Além de oferecer a opção de ligar diretamente, as empresas podem configurar mensagens de boas-vindas para iniciar as conversas depois que o usuário as aciona.

Enquanto isso, o recurso de compartilhamento de catálogo permite que o vendedor crie links diretos para os produtos que oferece. A notícia importante é que os endereços podem ser compartilhados em outras redes sociais e, ao serem clicados, diretamente na lista de produtos oferecidos dentro do messenger.

WhatsApp como loja virtual

Altere o perfil do WhatsAppest. Mais e mais empreendedores estão encontrando empregos na plataforma de troca de mensagens. Em todo o mundo, o WhatsApp Business é estimado em cerca de 50 milhões de usuários mensais.Os dois maiores mercados são a Índia – com 15 milhões de vendedores na plataforma – e o Brasil, com cinco milhões.

READ  O menino "pega" o celular da mãe e pede comida por 62 €

Por outro lado, o Messenger enfrentou alguns obstáculos com os recursos que tentou implementar para aumentar esses números. O WhatsApp Pay é o melhor exemplo disso.

O recurso, que foi lançado no Brasil, permitia aos clientes fazer pagamentos diretos aos vendedores sem sair da plataforma. No entanto, o Banco do Brasile e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) impediram a continuidade do trabalho, por temerem que a plataforma representasse “um risco ao normal funcionamento das transações financeiras”.

Como resultado, o sistema foi suspenso e novas verificações estão em andamento para permitir que o sistema funcione. Recentemente, Kidd retirou o comentário após analisar dados fornecidos pelo Facebooke Cielo – parceiros de implementação.

Agora, o banco central é responsável por analisar as informações e liberar o fornecedor ou não. Na terça-feira (7), Mastercard e Visa – ambos em atividade – registraram documento com as novas diretrizes operacionais do Banco brasileiro para análise.

Ainda não há um prazo específico para o lançamento, mas pode ser uma questão de tempo até que o WhatsApp Pay seja lançado no Brasil – se todas as instruções forem seguidas.

Através: TechCrunch

Written By
More from Vera Neves

Revista DoPAPEL | “Fomos transformados com sucesso em uma empresa de” negócios inteligentes “.

Como uma das maiores empresas de e-commerce online de impressão na Europa,...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *