O Linux está sendo desenvolvido em Macs com o Apple M1 e já permite rodar “Basic Desktop” – Aplicativos e Software – Tecnoblog

Quando anunciado oficialmente, o kernel Linux 5.13 suportou seus novos recursos Máx. Com chip M1. Mas é um suporte inicial e, portanto, muito limitado. Felizmente, os esforços para aumentar a compatibilidade entre os dois continuaram. Hoje, já é possível para Macs ter uma área de trabalho básica utilizável executando a distribuição M1 Linux.

MacBook Pro (2020) com Apple M1 (Imagem: Palo Higa / Technoblog)

O Asahi Linux

Esse avanço só foi possível por meio dos esforços do desenvolvedor Hector Martin Asahi Linux. Seu principal objetivo é permitir que M1 execute distribuições Linux em Macs.

Hector Martin utilizou sua própria experiência para orientar o projeto, pois a Apple não disponibilizou documentação específica ou qualquer outro suporte para facilitar a instalação do sistema operacional com o kernel Linux no Mac com o M1.

É uma missão complexa e trabalhosa, mas os esforços estão valendo a pena. O suporte M1 inicial no Linux 5.13 só foi implementado devido às contribuições fornecidas pela Marcon.

Após esta colaboração, o trabalho continuou. Resultado divulgado pelo desenvolvedor em Postagem recente no site do projeto: De acordo com Marcon, o Asahi Linux ainda não suporta aceleração gráfica de hardware, mas já pode rodar “desktop Linux básico”.

De acordo com o desenvolvedor, devido ao andamento do projeto quase todos os ambientes de desktop serão implementados no Mac com M1. Este é um efeito que ativa muitos recursos, incluindo USB, PCI Express, gerenciamento de energia e mais drivers.

O suporte para o M1 ainda está longe do ideal. Como você já sabe, a falta de aceleração de hardware continua sendo uma limitação importante. No entanto, Marcon acredita que as CPUs Apple Silicon são muito poderosas, por exemplo, para fornecer um desktop Linux com mais desempenho do que o chip Rockchip ARM64 e os computadores com aceleração de GPU.

A imagem abaixo foi postada no Twitter pelo desenvolvedor Alyssa Rosenzweig, Mostra o Debian rodando no Mac com M1:

Debian no Mac com M1 (Imagem: Alyssa Rosenzweig / Twitter)
Debian no Mac com M1 (Imagem: Alyssa Rosenzweig / Twitter)

Próximos passos

Marcon observou que ainda há muito trabalho a ser feito em termos de compatibilidade e otimização. O desenvolvedor em seu post‌, no estágio atual, este projeto permite que apenas as partes interessadas tenham interesse em como implementar Linux no Mac com M1.

Mas os esforços não param por aí. A próxima etapa é otimizar o Asahi Linux com aceleração de hardware. Além disso, Marcon planeja lançar um instalador oficial para facilitar os testes do projeto “Aventureiros” de plantão.

Com informações: Registro.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

GIRONATV.COM É PARTICIPANTE DO PROGRAMA AMAZON SERVICES LLC ASSOCIATES, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE AFILIADO PROJETADO PARA FORNECER MEIOS PARA OS SITES GANHAREM TAXAS DE PUBLICIDADE EM E EM CONEXÃO COM AMAZON.COM. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.COM, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZÔNIA, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS PARA COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO, AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DE AMAZON.COM E DE SEUS VENDEDORES.
Giro na TV