O caso de um ‘policial canibal’ condenado por compartilhar suas fantasias horríveis

O caso de um ‘policial canibal’ condenado por compartilhar suas fantasias horríveis
  • Dalia Ventura
  • BBC World News

Legenda da foto,

O projeto de lei de Gilberto Valle em seu julgamento, redigido por Jane Rosenberg, foi testemunhado por sua esposa Kathleen Mangan-Valle em 25 de fevereiro de 2013 em Nova York

Como muitos casais desde que a Internet entrou em nossas casas, Kathleen Mangan-Valle suspeita que seu marido passa muito tempo online.

Ela decidiu instalar um spyware no computador dele, que ele usava desde que o computador travou.

Kathleen acredita que seu marido tem um caso com outra mulher.

Mas ela ficou chocada com o que encontrou.

Além de imagens de mulheres torturadas e abusadas sexualmente, Kathleen descobriu pesquisas online por frases como “como sequestrar uma mulher”, “cozinhando pratos com carne humana” e “escravidão branca”.

Ele dedicou relatórios de assédio sexual e canibalismo a fetiches sexuais em um fórum da web “Girlmeet Hunter” (“Garota caçadora de carne”, em tradução livre para o português).

Pior, seu marido está conversando online com amigos da faculdade, um adolescente local e outros homens sobre onde, como e exatamente como ele sequestrou, matou e comeu Kathleen.

“Eles vão amarrar meus pés e cortar minha garganta e querem ver o fluxo de sangue”, disse ela, depois de ser presa em um banco de testemunhas durante o julgamento de seu marido em fevereiro de 2013, após ter sido presa em outubro do ano anterior. .

Entre as fantasias eróticas desses homens estão duas outras mulheres que expressam seu medo de “estuprar uma à outra”; O outro é queimado vivo e ambos são colocados na grelha e cozidos em turnos de 30 minutos para agravar ainda mais o sofrimento.

Chocante e terrível

Gilberto Valle também chorou ao ouvir o testemunho de sua ex-mulher.

Valle é acusado de conspirar na Internet para sequestrar, estuprar, matar e assassinar mulheres e de usar o banco de dados federal para pesquisar as informações de contato de muitas delas.

A evidência é inegável.

Kathleen entrou em pânico na casa de seus pais, contatou o FBI (Polícia Federal Americana) e acessou seu laptop e outro computador em sua casa.

Os investigadores puderam examinar “uma conversa sobre o Sr. Walle falando sobre uma mulher real específica que ele conhecia e a logística que a mantinha no forno”, disse o procurador-geral Randall W. Jackson foi citado em seu discurso de abertura.

Em conversas na Dark Web, Valle discute as táticas do crime em detalhes.

A defesa não negou que as provas eram verdadeiras. Além disso, ele admite que, ao sair do filme de terror, foram chocantes e horríveis.

No entanto, a advogada de Valle, Julia L. Gatto ressalta que eles são sinônimos de filmes de terror: “São puras fantasias, são fantasias de terror”.

Legenda da foto,

Valle ganhou o apelido de “Policial Canibal”

Este caso, ela argumenta, testou “os princípios fundamentais, a liberdade de pensar, a liberdade de dizer, a liberdade de escrever até mesmo os pensamentos mais sombrios de nossa nação.”

O fato é que apesar de tudo o que foi encontrado, não há evidências de que alguma das mulheres citadas por Valle tenha cometido abuso.

Culpa?

O caso do “policial canibal”, como a imprensa o apelidou, está sendo estudado nas faculdades de direito dos Estados Unidos porque levanta questões fascinantes sobre a fronteira psicológica e legal entre as ideias “comuns” e as perigosas.

Em nome da prevenção do crime, quando é o momento certo para intervir? A fantasia pode ser um crime sozinha?

Valle foi condenado por “conspiração de sequestro” e “realização de uma busca não autorizada no computador do banco de dados federal” e foi preso, embora não tenha feito nada como descrito.

Qual o grau de sucesso dos escritores de livros e roteiristas de filmes e séries de televisão?

Legenda da foto,

Terror é um dos gêneros mais populares da literatura e do cinema

Ao contrário deles, Valle e outras pessoas que compartilhavam seus pensamentos o faziam porque eram sexualmente estimulantes enquanto se encontravam nessas situações.

Mas ele foi considerado culpado, não por explicar o que estava fazendo, mas por escrever e-mails para conspirar para cometer um crime com outras pessoas.

O que ele fez foi o que os advogados chamam de “ofensa inicial”.

São crimes em que nenhuma ação foi realizada ou ainda não foi cometida.

Mas os acusados ​​realmente fazem o que pensam? É importante?

Roupas

Embora as fantasias de canibalismo não sejam muito comuns, parece um assassinato.

Eles são chamados de “ideologia do homicídio” e existem estudos científicos a respeito.

Um descobriu que 73% dos homens e 66% das mulheres em sua amostra tinham vergonha de matar uns aos outros. Para verificar os resultados, os cientistas repetiram este experimento e encontraram taxas semelhantes: 79% para homens e 58% para mulheres.

Quem os participantes querem matar?

Os homens estavam mais preocupados em matar estranhos e colegas de trabalho, enquanto as mulheres estavam mais preocupadas em matar membros da família.

Legenda da foto,

Você está tão zangado quanto se sentiu morto? Aparentemente, a maioria das pessoas também planeja mentalmente como fazer isso, o que é mentalmente “bom”.

“Essas fantasias são o produto de nossa capacidade de abstrair, pensar e planejar. Isso nos permite nos perguntar: se eu fizesse uma coisa tão terrível, o que aconteceria comigo?”

“Quando ensaiamos mentalmente essas situações, percebemos que matar alguém não é o que realmente queremos fazer, que não podemos viver com as consequências.”

Embora não seja uma ideia fácil, Shaw disse: “Aqueles que não são capazes de testar mentalmente comportamentos futuros podem agir de forma mais impulsiva e se arrepender”.

Pensamentos ruins

Portanto, é bom poder dizer incrível sobre uma coisa tão ruim.

Mas onde está essa linha que não deve ser cruzada?

Quase dois anos depois, o veredicto original de Valle foi finalmente anulado por um juiz de apelação.

Legenda da foto,

Valle, junto com sua mãe (com roupas tropicais) e sua advogada Julia Gutto (à direita), deixou o tribunal após ser libertado pelo juiz Paul Gardef.

O juiz Paul Gardefe disse que suas “fantasias sexuais profanas e místicas sobre sua esposa, ex-colegas de faculdade e conhecidos certamente refletem uma mente doentia”. Mas, ele disse que não era uma razão para acreditar.

Mesmo planos detalhados não convenceram Gardefe a privá-lo de sua liberdade. Na decisão, Valle citou um caso no qual ele supostamente “concordou” com seus amigos cibernéticos em sequestrar três mulheres diferentes na mesma segunda-feira no início de 2012: uma na cidade de Nova York, uma no Paquistão e uma terceira em Ohio.

“Naquela data, o júri não descartou a possibilidade de sequestro de uma mulher”, disse o juiz.

“Ele é culpado de ter ideias muito incomuns”, disse sua advogada, Julia Gatto, ao sair do tribunal naquele dia de julho de 2014.

“Não somos pensadores … o governo não deveria entrar em nossas cabeças”, declarou.

Em 2016, foi publicado “Raw Deal: The Untold Story of ‘Cannibal Cop’ (” Injustice: The Untold Story of ‘Police Cannibal’ “, com co-autoria de Valle.

O editor da Wild Blue Press sentiu a necessidade de escrever um prefácio explicando os motivos da publicação, lembrando que ele, como a maioria da população, sentia repulsa pelo tratamento dispensado às mulheres nas fantasias de Valle.

Legenda da foto,

Livro Gill Valle

Valle conclui dizendo: “A qualquer hora, quando uma ‘ideia’ virar crime além da linha? Vale a pena refletir …”.

Esse, segundo ele, é o mote para iniciar o livro.

Desde então, Valle publicou quatro romances; Agora ele vende secretamente os que costumava escrever.

Você já viu nossos novos vídeos Youtube? Inscreva-se no nosso canal!

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

GIRONATV.COM É PARTICIPANTE DO PROGRAMA AMAZON SERVICES LLC ASSOCIATES, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE AFILIADO PROJETADO PARA FORNECER MEIOS PARA OS SITES GANHAREM TAXAS DE PUBLICIDADE EM E EM CONEXÃO COM AMAZON.COM. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.COM, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZÔNIA, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS PARA COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO, AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DE AMAZON.COM E DE SEUS VENDEDORES.
Giro na TV