sábado, janeiro 18, 2020

“SóTocaTop Verão” recebe Vitor Kley, Paula Fernandes, Yasmin Santos e Rubel neste sábado 18/01

0
Foto: TV Globo

O “SóTocaTop Verão” deste sábado, 18 de janeiro, muita música, o visual incrível da Marina da Glória e muito bate-papo com Vitor Kley, Paula Fernandes, Yasmin Santos e Rubel marcam o programa. Os apresentadores Ludmilla e Mumuzinho comandam a atração, que promete agitar a plateia e o público de casa com sucessos do Sertanejo, Pop e MPB.

Presença constante nos programas gravados em estúdios, o cantor Vitor Kley não esconde a empolgação com o formato de verão do ‘SóTocaTop’. “Começamos 2020 com o pé direito, juntos novamente! O cenário está lindo, colorido, a céu aberto e pertinho do mar. Achei muito legal o formato do programa. As atrações ficam juntas no palco e o público fica perto de todos. Foi uma vibe muito incrível”, disse.

No episódio deste sábado, Vitor Kley canta “A Tal Canção pra Lua”, que fez em parceria com Samuel Rosa, do Skank. “Essa música aconteceu graças ao ‘SóTocaTop’. Encontrei com a turma do Skank nos bastidores do programa no ano passado e convidei o Samuel (Rosa) para tocar comigo. Foi especial cantar essa música na edição de verão. Me emocionei ao pensar que graças ao ‘SóTocaTop’ tudo rolou”, relatou.

A cantora Paula Fernandes sobe ao palco do programa com a música “Virou Mania”. Conhecido pelo seu repertório suave, o jovem cantor Rubel interpreta o hit “Medo Bobo”, sucesso da dupla Maiara & Maraisa e que está na trilha sonora da novela ‘Amor de Mãe’. A voz poderosa de Yasmin Santos marca sua apresentação com “Para, Pensa e Volta”, sucesso que tem mais de 88 milhões de visualizações no clipe oficial na internet. O apresentador Mumuzinho chama todo mundo para encerrar o programa cantando “Fulminante”.

Playlist da semana:

· Paula Fernandes – “Virou Mania”
· Vitor Kley – “A Tal Canção pra Lua”
· Yasmin Santos – “Para, Pensa e Volta”
· Rubel – “Medo Bobo”

O ‘SóTocaTop Verão’ tem direção artística de Raoni Carneiro e apresentação de Ludmilla e Mumuzinho. O programa vai ao ar aos sábados, na Globo.

“Cariocou” mostra o festival Rio Matsuri neste sábado 18/01

0
Foto: Reprodução/SBT

O “Cariocou” deste sábado, 18 de janeiro, a partir das 13h, o Rio de Janeiro se transforma em sede do Japão esse final de semana. O Festival Rio Matsuri toma conta da cidade e a Branca Andrade entra com tudo na atmosfera das principais tradições dessa cultura milenar.

O Rafa Paiva vai conferir uma maravilhosa comida mexicana. Tem muito samba no pé no samba do trabalhador, que esse ano completa 15 anos.

E tem estreia de um quadro “Amor Animal” especial para os pets, nossos melhores amigos.

“Alta Horas” recebe Belo, José Loreto, Íris Stefanelli e Eduardo Sterblitch

0
Logotipo do "Altas Horas" - (Foto: Divulgação/TV Globo)

O “Alta Horas” deste sábado, 18 de janeiro, o apresentador Serginho Groisman apresenta na companhia de Belo, José Loreto, Íris Stefanelli, Eduardo Sterblitch, Léo Jayme e da dupla Gian&Giovani. No programa, os artistas promovem um grande encontro musical, com muita diversão, informação e novidades da vida profissional dos convidados.

Pela primeira vez no programa, Eduardo Sterblitch não esconde a felicidade de estar ao lado de Serginho e do grupo de talentos da noite. No ar em ‘Éramos Seis’, Edu, como é carinhosamente chamado pelos amigos, conta detalhes sobre o trabalho atual e revela algumas curiosidades da sua personalidade: “Eu sou muito inquieto, um pouco caótico”. O artista, no entanto, se define uma pessoa dedicada, também graças à sua formação teatral, experiência que o acompanha em seus trabalhos na televisão, especialmente na novela: “Essa é a minha primeira novela, eu estou aprendendo, mas fico atento a tudo e vou tentando”. No ‘Altas Horas’, Eduardo Sterblitch também admite ser um grande fã de pagode e samba e, assumindo o seu lado cômico, surpreende ao cantar o hit dos anos 90 “Farol das Estrelas”, ao lado do cantor Belo, também convidado desta edição.

Além de protagonizar o dueto com Sterblitch, o pagodeiro Belo compartilha com a plateia toda a sua experiência na música e conta histórias de sua trajetória profissional, que já soma 25 anos. Filho de pai sertanejo e mãe sambista de coração, Belo diz ser amante de todos os estilos musicais, apesar de ser uma referência do pagode nacional. No programa, o cantor ainda participa de um momento descontraído ao revelar a origem de seu apelido, dado por um amigo de infância: “Eu tinha muita fama de namorador.”

Quem também está no programa de sábado é José Loreto. O ator também entra no papo sobre música e diz quais foram os artistas que marcaram a sua vida. Além disso, José Loreto conta detalhes sobre o processo criativo para viver Sidney Magal no cinema, seu mais novo desafio profissional: “Estou em construção. Esse processo de pré-produção do ator, antes das gravações, serve para enchermos as gavetas. Eu estudo, pego algumas coisas dele e vou montando o meu Magal”. Loreto ainda confessa: “Na vida, os filmes que mais me chamaram a atenção foram os biográficos. E eu, que sou um péssimo imitador, estou virando um especialista em biografias.”

O ‘Altas Horas’ também conta com a presença de Íris Stefanelli, que, após a sua participação no reality Big Brother Brasil 7, já encarou desafios no jornalismo e na dramaturgia. Bem-humorada, Íris se diverte com algumas perguntas de Serginho e não esconde a surpresa ao rever algumas imagens de sua primeira participação no programa, em 2007: “Eu dei um trabalhão para fonoaudióloga, viu?”, brinca a convidada, referindo-se às mudanças de sotaque. “É bom a gente rever essas cenas. Fazia tempo que não parava para fazer isso.”

Neste sábado, Serginho também reúne os talentos de Leo Jayme, Gian & Giovani e da banda T.R.E.N.

O ‘Altas Horas’ vai ao ar aos sábados, após o ‘Zorra’.

“Big Brother Brasil 20” traz decoração inspirada em edições anteriores do reality

0
Na foto, a logo do Big Brother Brasil - Crédito: Divulgação/ TV Globo

O “Big Brother Brasil 20” vai chegar com muitas novidades na sua 20 edição. Uma casa repleta de história e de muitas lembranças. Assim será a moradia dos novos brothers – e dos sonhos de muitos fãs – na nova temporada do ‘Big Brother Brasil’. Na vigésima edição, o programa presta uma homenagem a cômodos icônicos de edições anteriores, que inspiraram a decoração em releituras de diferentes ambientes da casa nova.

O quarto “Selva”, do BBB 12, inspirou a nova sala e o “Sibéria”, do BBB 14, se transformou na nova cozinha. O “Céu”, que marcou o confessionário do BBB 2, e a “Vila”, tema da casa do BBB 17, norteiam a decoração dos quartos na nova edição. Já o confessionário do BBB 20 é uma releitura do tema “Brechó”, originalmente de um dos quartos do BBB 13. Mais do que o tema, o cômodo vai entrar no clima de nostalgia ao mostrar parte da história das 20 edições do programa, com objetos e ícones desta e de outras edições por todo o espaço.

E a área externa? Essa parte a gente conta – e mostra – mais tarde…

O ‘BBB20’ tem direção geral de Rodrigo Dourado e apresentação de Tiago Leifert. O reality estreia no dia 21 de janeiro.

“Terra da Gente” de sábado 18/01/2020, Trio Ternura é receita da ‘Hora do Rancho’

0
Foto: Terra da Gente

O “Terra da Gente” deste sábado, 18 de janeiro, ensina uma deliciosa receita de Trio Ternura, o prato traz uma combinação de mandioca, carne, queijo coalho e manteiga de garrafa.

Ingredientes (Porção para 3 a 4 pessoas)

– 1 bife grande de contrafilé

– 1 peça com cerca de 200g queijo coalho

– 2 mandiocas picadas e já cozidas na água e no sal

– 1 tablete de caldo de galinha pronto

– Manteiga de garrafa (para servir)

– Manteiga tradicional com sal

– Orégano

– Salsa fresca

Modo de preparo

– Coloque mandioca cozida em uma frigideira com uma colher de sopa de manteiga e 100 ml de água.

– Acrescente um tablete de caldo de galinha e deixe cozinhar. Depois, tempere com salsa fresca e o orégano e desligue o fogo quando o caldo engrossar.

– Tempere a carne com sal grosso ou sal normal e frite em uma chapa ou em uma panela com azeite. Quando estiver pronto, deixe a carne descansar por alguns minutos antes de fatiar.

– Por último, coloque um fio de azeite na chapa ou em uma frigideira e frite a peça de queijo coalho. Depois que os dois lados já estiverem dourados é só fatiar em cubos.

– Para servir, junte a mandioca, a carne e o queijo em um prato grande e coloque ao meio um recipiente com manteiga de garrafa. Finalize com salsa fresca.

Rede Globo estreia ‘Fora de Hora’ nesta terça (21)

0
Foto: TV Globo

O programa “Fora de Hora” vai fazer sua estreia na próxima terça-feira, 18 de janeiro, onde será formado por uma bancada, dois apresentadores e um time de repórteres. Os elementos podem até ser soar como clássicos presentes em um telejornal normal. Mas qualquer semelhança com o jornalismo tradicional termina por aí. ‘Fora de Hora’ estreia dia 21 de janeiro para, com muito humor, desconstruir o universo das notícias. Da dupla de apresentadores ao time de repórteres, suas personalidades e matérias inusitadas, tudo foge à regra do bom jornalismo.

Ancorado pelos atores Paulo Vieira e Renata Gaspar, o humorístico pretende ressignificar as imagens e discursos do noticiário com todas as sátiras e paródias que couberem em um telejornal surreal. Mas nada de fakenews. Com crítica e irreverência em seu DNA, a atração vai usar assuntos reais para fazer uma crônica semanal, que pretende reunir temas do cotidiano aos absurdos possíveis em um jornal fictício. Para completar o elenco, um time de peso formado por Marcelo Adnet, Júlia Rabello, Caito Mainier, Luís Lobianco, Marcius Melhem, Welder Rodrigues, Luana Martau, Veronica Debom, Luciana Paes, Késia Estácio, Pedroca Monteiro, Márcio Vito e Gustavo Miranda, que interpretam repórteres, colunistas, correspondentes e comentaristas de talento e personalidades únicas.

Todos juntos para mostrar que a piada, neste caso, é maior do que a notícia.
“Fora de Hora tem um programa de humor que brinca com o formato do jornalismo e explora essa linguagem até a última instância. E, nessa brincadeira de desconstruir o jornalismo, vai ter todo tipo de piada, sem medo de brincar com o nonsense, com o absurdo. Acho que é também por conta do universo em torno da gente, que está tão absurdo também… Temos ainda a vantagem de trabalhar com um assunto que é quente e estar mais em cima dos fatos”, conta a diretora artística Lilian Amarante, que ressalta que todo episódio terá um terço de assuntos pautados na semana em que vai ao ar.

Para o apresentador Paulo Vieira, juntar humor e jornalismo é um clássico. “Mas a gente vai entrar nesse momento que estamos vivendo de espetacularização da notícia, das fakenews, desse tempo doido em que parece que todo mundo deu uma pirada e a gente nunca sabe bem se é sério aquilo que a gente está lendo. Chegamos para brincar com tudo isso”, avisa o humorista. “A gente entra para colocar luz no quão absurdo são certas coisas que as pessoas estão achando normais. O humor chega nas pessoas sem defesas e deixa as coisas mais leves do que elas estão”, completa Renata Gaspar.

O papo de bastidor que vai ao ar sem querer, o entrevistado que reage de forma inesperada, ou aquela crise de riso que foge ao controle no momento mais crucial. Qualquer situação sem sentido pode surgir em meio às notícias, onde os fatos até podem ser reais, mas estão sempre fora do padrão, fora do normal, fora do script e, porque não, fora dos limites. À frente da bancada os atores Renata e Paulo se transformam nos personagens Renata e Paulo, âncoras e editores-chefes do jornal.

“Os nomes são os mesmos, mas interpretamos dois personagens. A minha passa um pouco do lugar da realidade. Ela é meio misteriosa, solta umas frases do nada, do tipo que as pessoas ficam sem entender se ela falou aquilo mesmo ou não. No jogo com o Paulo (Vieira), ele sempre representa mais o público. Em alguns momentos, em que coisas surreais acontecem, ela acha normal e ele é quem fala: ‘meu Deus, o que está acontecendo? Vocês estão achando isso normal”, adianta Renata Gaspar, que, garante, já existe uma química cênica com o companheiro. Paulo Vieira endossa a opinião da companheira de bancada. “Ter uma parceira tão disposta, tão a fim de fazer a coisa dar certo, é incrível! Meu personagem é meio ingênuo, do interior, acabando de chegar na cidade grande e tem um exagero do humor, um sarcasmo fofo. Sou eu, apesar de ter essa ‘tinta’. Já a Renata leva para lugar meio louco, eu dou a notícia e fico pensando que aquilo não faz o menor sentido”, diverte-se Paulo.

‘Fora de Hora’ tem direção artística de Lilian Amarante, direção de Calvito Leal e Manuh Fontes, e redação final de Maurício Rizzo e Caíto Mainier. O programa vai ao ar às terças-feiras depois do ‘Big Brother Brasil’.

“The Love School” de sábado 18/01/2020, relembra as reportagens mais marcantes e de grande repercussão

0
(Foto: Reprodução/Internet)

O “The Love School” deste sábado, 18 de janeiro, Carlos e Cintia Cuccato vão relembrar e comentar reportagens importantes e de grande repercussão.

A primeira delas é “Sextou”, matéria que mostra que, além da diversão, a sexta-feira pode ser também sinônimo de terror. Para ilustrar o assunto, a atração revê a história de um casal em que o marido passou a sumir todos os finais de semana para beber e se drogar e fez a vida da mulher virar um verdadeiro inferno.

Uma outra reportagem/aventura levou os professores Cris e Renato ao GATE, grupo de ações táticas especiais para aprender a desarmar uma bomba. Eles fazem uma analogia ao ensinar que a bomba que está prestes a explodir no relacionamento pode ser desativada antes que aconteça o pior.

Cristiane e Renato também marcaram presença no Domingo Espetacular para dizer quais as dificuldades que a diferença de idade traz para a relação e como amenizar os problemas que surgem.

The Love School vai ao ar todos os sábados, a partir do meio-dia, com direção de Margarete Noé.

“Cine Aventura” de sábado 18/01/2020, exibe o filme “O Hobbit – A Desolação de Smaug”

0
Logotipo da "Cine Aventura" - (Foto: Divulgação/Record)

O “Cine Aventura” deste sábado, 18 de janeiro, apresenta o longa-metragem “O Hobbit – A Desolação de Smaug”, a partir das 15h na Record TV. O elenco da produção de fantasia é formado por Ian McKellen, Martin Freeman e Richard Armitage.

Sinopse: Após iniciar sua jornada ao lado de um grupo de anões e de Gandalf (Ian McKellen), Bilbo Bolseiro (Martin Freeman) segue em direção à Montanha Solitária, onde deverá ajudar seus companheiros de missão a retomar a Pedra de Arken, que fará com que Thorin (Richard Armitage) obtenha o respeito de todos os anões e o apoio na luta para retomar seu reino. O problema é que o artefato está perdido em meio a um tesouro protegido pelo temido dragão Smaug (voz de Benedict Cumberbatch). Ao mesmo tempo, Gandalf investiga uma nova força sombria que surge na Terra Média.

“Cinema na Madrugada” de sábado 18/01/2020, exibe o filme “A Marca da Maldade”

0
Foto: Divulgação/Band

O “Cinema na Madrugada” deste sábado, 18 de janeiro, apresenta a produção “A Marca da Maldade”, a partir das 03h15 na Band.

O filme de 1958, do gênero policial, é dirigido por Orson Welles, tem o roteiro baseado em obra de Whit Masterson e a trilha sonora de autoria de Henry Mancini.

O enredo acompanha Ramon Miguel Vargas, um chefe de polícia mexicano que está em lua-de-mel com sua mulher, Susan Vargas, em uma cidadezinha bem perto da fronteira com os Estados Unidos. Quando um assassinato acontece, os conceitos da ética policial de Ramon se confrontam diretamente com os de Hank Quinlan, o corrupto capitão da polícia local.

Charlton Heston é o premiado ator do filme. Ele já possui dois prêmios Oscar, um de melhor ator pelo filme Bem-Hur, de 1959, e outro Prêmio Humanitário Jean Hersholt, por contribuições com programas humanitários. Ele ainda possui dois prêmios de conjunto pela obra, um Globo de Ouro e um Screen Actors Guild.

Janet Leigh também está no elenco. Ela é mais lembrada por seu desempenho em Psicose (1960) para o qual ela foi premiada com o Globo de Ouro de melhor atriz coadjuvante e recebeu uma indicação ao Óscar.

O filme A Marca da Maldade vai ao ar neste sábado, 18, às 3h15, no Cinema na Madrugada.

“Sessão Livre” de sábado 18/01/2020, traz o filme “Novidades no Amor”

0
Foto: Divulgação/Band

A “Sessão Livre” deste sábado, 18 de janeiro, apresenta a produção estadunidense “Novidades no Amor”, a partir das 14h45 na Band.

Originalmente intitulada The Rebound, que é uma gíria usada nos Estados Unidos para relacionamentos “quebra-galho”, que só servem para amenizar o trauma de um rompimento recente, a comédia romântica conta a história de Sandy e Aram. Apesar da diferença de 15 anos na idade, o que eles têm em comum são as desilusões amorosas.

Sandy é interpretada por Catherine Zeta-Jones, atriz que ganhou o Oscar em 2003 de melhor atriz coadjuvante, pelo filme Chicago. Atuou no sucesso de bilheteria A Máscara do Zorro e na continuação do longa, A Lenda do Zorro, como Elena, ao lado de Antonio Banderas.

Justin Bartha, que dá vida a Aram, é famoso por estrelar Se Beber Não Case I, e posteriormente, Se Beber Não Case II e Se Beber Não Case III, como Doug Billings. Entre outros filmes, também atuou em A Lenda do Tesouro Perdido, ao lado de Nicolas Cage.

O filme Novidades no Amor vai ao ar pela Sessão Livre, neste sábado, 18, às 14h45.