Lula recomenda o filme da Netflix e seguidores interpretam como indireto

Lula recomenda o filme da Netflix e seguidores interpretam como indireto

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) usou as redes sociais para se referir a um filme do catálogo da Netflix. Os seguidores entenderam o cargo como indireto à justiça.

Para quem procura um filme para assistir no fim de semana: [indico] O Chicago 7 está no Netflix. Lula disse estar falando sobre um processo em que promotores descobriram que os réus eram inocentes, mas que perseguiram o caso por motivos políticos. “Muito interessante”, concluiu.

Os seguidores seguiram a “piada” nos comentários. “No filme havia um judiciário parcial”, disse um observador, “e me lembrou de um país específico”, referindo-se a um procedimento paralelo para a justiça brasileira. Outro disse: “Qualquer semelhança com o que vivemos no Brasil não é coincidência”.

Play / Twitter

Lula já criticou o ex-juiz Sergio Moro, por exemplo. Morrow já trabalhou em casos triplex em Guaruga e Atebaya-SP. A defesa do ex-presidente já havia dito, em entrevista ao UOL, que o ex-juiz e ex-ministro também “não foi imparcial”.

Continua após o anúncio

“Provamos a inocência e o problema é que nenhuma prova de inocência será reconhecida quando não houver um juiz imparcial atuando no caso”, disse o advogado Cristiano Zanin-Martins.

READ  Pavões dinossauros encontrados no Brasil lançam 'aparência brilhante' semelhante a estudos realizados

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

GIRONATV.COM É PARTICIPANTE DO PROGRAMA AMAZON SERVICES LLC ASSOCIATES, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE AFILIADO PROJETADO PARA FORNECER MEIOS PARA OS SITES GANHAREM TAXAS DE PUBLICIDADE EM E EM CONEXÃO COM AMAZON.COM. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.COM, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZÔNIA, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS PARA COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO, AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DE AMAZON.COM E DE SEUS VENDEDORES.
Giro na TV