‘Garanto que a Terra é esférica’, diz astronauta da NASA em visita ao Brasil

Charles Duke faz parte da seleta equipe de doze homens que já pisaram na lua. O astronauta da NASA fazia parte da missão Apollo 16, que pousou na Lua em 21 de abril de 1972 e retornou à Terra seis dias depois, carregando 95 quilos de material lunar para análise em nosso planeta. E aos 85 anos, o ex-astronauta Duke acaba de visitar o Brasil pela segunda vez – agora, para explorar os corredores da exposição Space Adventure, que resgata memorabilia da Apollo e cópias de equipamentos em uma experiência emocionante para os fãs do programa lunar da NASA.

A Space Adventure é uma das duas feiras espaciais que acontecem este mês em São Paulo – a outra é a Futuro Espacecial, que explora a retomada da conquista lunar, além de planos de usar nosso satélite natural como “trampolim”. Para vir em missões tripuladas a Marte. Na Space Adventure, temos uma verdadeira imersão no programa Apollo – são 300 itens coletados pelo Museu e Centro de Educação Espacial COSMOSPHERE, incluindo réplicas e originais que não foram exibidos fora dos Estados Unidos.

Astronauta Charles Duke, da Apollo 16, visita a Aventura Espacial (Foto: Patricia Gnipper / Canaltech)

A mostra foi visitada nesta quinta-feira (26) pelo Dr. Canaltech, descreve a história das missões espaciais da NASA desde os primeiros voos, como Mercury e Gemini, até Apollo, que levou os primeiros astronautas à lua com a Apollo 11 em 1969. O programa teve 17 missões, ou seja, Charles, duque da Apollo 16, foi um dos últimos homens a pisar em um satélite natural, sendo um dos quatro ainda vivos conta a história.

Quer acompanhar as melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e assine nosso novo canal no YouTube, Canaltech News. Todos os dias um resumo das novidades mais importantes do mundo da tecnologia para você!

A tabela de controle original que fazia parte do programa Apollo (Foto: Patricia Gnipper / Canaltech)

Entre os destaques da exposição estão o escritório de controle original em Houston, que fazia parte do programa Apollo – e, portanto, parte da história humana – bem como trajes espaciais reais e objetos exóticos, como a mala que ainda tem poeira lunar em seu carro. O pano, ou a bandeirinha americana que Duke levou para a lua e voltou como lembrança.

O calçado usado na lua, ainda tem poeira lunar em seu tecido (Foto: Patricia Gniber / Canaltech)

Também merecem destaque as câmeras que serviam para gravar imagens e vídeos da Lua que se tornaram muito populares, como as assinadas pelo astronauta Gene Cernan da Apollo 17, além de filmes originais com imagens do próprio Charles Duke.

O interior do Módulo de Comando Apollo, onde os astronautas ficaram durante o vôo (Foto: Patricia Gniber / Canaltech)

Outro destaque da exposição é uma réplica do Módulo de Comando Apollo, de 3,23 metros de altura e 5,56 toneladas, que estava na galeria aberta para que pudéssemos ver o interior da exposição – incluindo lugares para três astronautas por vez, além de todos os controles internos cuja estética hoje é bastante arcaica, pelo menos se comparada à aparência das espaçonaves modernas, como o Crew Dragon da SpaceX, cujos controles são baseados em telas sensíveis ao toque com uma “face” de Hollywood.

Abaixo, você pode ver uma galeria de fotos contendo Canaltech Retirado de alguns dos destaques da exposição:

Um astronauta da NASA no Brasil – e pudemos falar com ele!

Apenas uma dezena de astronautas pôs os pés na lua, e a última vez que isso aconteceu foi em dezembro de 1972, com a Apollo 17. Entre esses sortudos estão o general Charles Duke, da Apollo 16, o décimo humano a pisar na lua e que passou 71 horas na lua, Ele realizou EVAs em 20 delas.

Astronauta Charles Duke antes de embarcar na Apollo 16 (Imagem: Reprodução / NASA)

Junto com seu comandante John Young, Duke liderou a “condução” através da lua com o módulo lunar de popa até a espaçonave Apollo 15 – a primeira enviada a outro mundo. A dupla viajou mais de 26 quilômetros e coletou 95 kg de regolito e rochas para os cientistas analisarem aqui na Terra. Enquanto tudo isso acontecia, o terceiro membro da missão, Ken Mattingly, permanecia no módulo de comando em órbita, fotografando a lua de longe e registrando os momentos em que o módulo lunar navegava pelo espaço em direção à superfície.

Tripulação da Apollo 16 (Foto: clones / NASA)

O trio retornou à Terra com segurança em 7 de abril de 1972 e pousou (ou seja, pousou no mar) no Oceano Pacífico, completando com sucesso uma missão que durou 11 dias, 1 hora, 51 minutos e 5 segundos – para ser exato.

E em uma coletiva de imprensa realizada hoje (26) no Space Adventure, Duke respondeu a muitas perguntas com o carisma e a experiência de ser uma das poucas pessoas a colocar os pés em qualquer lugar que não seja a Terra.

Quando o ex-astronauta foi questionado sobre qual foi seu primeiro pensamento ao pousar na lua:

Quando pousamos, tocamos a superfície e nos sentimos “esfolados”, gritei com toda a força: “Meu Deus, finalmente chegamos, ótimo!” Eu estava tão animada por finalmente estar na lua … Infelizmente, tivemos que dormir assim que chegamos; Dormimos algumas horas e só vestimos os trajes espaciais no dia seguinte. Esse procedimento demorou cerca de quatro horas para sair do navio. Fui o segundo a sair, porque o líder sempre sai primeiro. Ele fez um pequeno discurso, mas eu não fiz nenhum discurso, então pensei “Meu Deus, estou nas nuvens!” Tive um grande sentimento de pertença, não senti medo, esse entusiasmo nunca nos deixou, gostámos do momento e lembro-me desses sentimentos até hoje.

Mesmo sem medo, na verdade, um momento de apreensão definitivamente ocorreu – afinal, isso é normal para ser humano. Portanto, quando questionado sobre os momentos da expedição em que ele estava mais ansioso, Duke respondeu:

Houve dois momentos. Um era o lançamento, e o segundo não tinha controle sobre os pára-quedas ao retornar à Terra. E se eles não funcionarem? Se o lançamento falhar ou o pára-quedas falhar, você está morto. Quando vi os guarda-chuvas abertos foi um momento tão bom, pensei ‘estamos em casa’.

Tempo de pouso da Apollo 16, com os paraquedas abertos (Imagem: Reprodução / NASA)

Então Canaltech Charles Duke perguntou o seguinte: De todas as memórias que um astronauta guarda de sua experiência na Lua, qual é a sua favorita, a que fica no coração até o fim de sua vida? a resposta:

É difícil dizer qual é minha memória favorita. Cada etapa da missão teve momentos muito especiais, mas o pouso na lua foi muito mágico. Entrar em órbita também foi ótimo. Eu diria que o momento mais emocionante foi realmente o pouso na lua, as fotos que tiramos do local de pouso mostravam uma área de 15 metros, eu podia ver 15 metros sabendo que ia pousar ali. Quando nos aproximamos, vimos crateras e muitos pedregulhos, então tivemos que fazer manobras para tirá-los, mas lembro-me de muito do meu capitão escolhendo exatamente onde pousar, e isso foi muito emocionante – especialmente nos últimos minutos antes aterrissagem. Esta foi provavelmente a experiência mais memorável em minha mente.

Charles Duke na Lua (Imagem: Reprodução / NASA)

Outra questão quando se pensa em astronautas que deixaram a Terra, de fato, geralmente tem a ver com a experiência pessoal íntima dessas pessoas. Viajar para a lua mudou Charles Duke como humano?

A experiência de caminhar na lua foi uma aventura tremenda. Embora, não posso dizer que foi uma experiência transformadora. Não tive nenhuma experiência espiritual como outros astronautas, nem tive nenhuma experiência psicológica ou filosófica. Eu estava gostando muito da viagem fisicamente, admirando as belas paisagens lunares, e durante as missões que tinha que fazer, não tive tempo para pensar nas coisas mais profundas. Então tive a experiência de me tornar um cristão e começar a ler a Bíblia, e agora posso ver em minha mente exemplos de criação que vi de perto, no espaço. Mas tudo veio depois, não foi um resultado direto de estar na lua.

Agora, sobre o momento atual da sociedade, onde vemos retrocessos como uma negação da ciência, incluindo aqueles que pensam que a Terra é plana e coisas assim … o que Duke pensa sobre isso?

Temos muitas teorias de conspiração nos Estados Unidos, incluindo aquela de que nunca pousamos na lua, que foram todas inventadas. Bem, nós pousamos na lua algumas vezes, e isso está fora de dúvida. Trouxemos 300 quilos de regolito, e você pode ver as marcas deixadas por nossas naves nas fotos tiradas da órbita da lua; Você também pode ver os veículos espaciais que ficaram lá, então não há dúvida de que já estivemos na lua. E eu sempre disse à imprensa: Por que estamos moldando [o pouso na lua] Muitas vezes? Se vamos fazer isso, faremos uma vez e “cale a boca”. Outra coisa, sobre uma Terra plana … Bem, a Terra não é plana – posso provar isso com fotos que tiramos a milhares de quilômetros de distância, e você pode ver a forma esférica da Terra. Além disso, todos os planetas do sistema solar são esféricos, então por que não a Terra? Não sei por que as pessoas acreditam em uma Terra plana, mas garanto que a Terra que vi do espaço é esférica.

Imagens da Terra por astronautas da Apollo 16 (Imagem: Reprodução / NASA)

A mostra Space Adventures é apresentada pelo Santander, montada pela Blast Entertainment e patrocinada pela Claro e por meio da Secretaria da Cidadania, Governo do Estado de São Paulo e Câmara Municipal de São Paulo. Tudo acontece em uma vaga climatizada do estacionamento do Shopping Eldorado, em São Paulo, e mais informações, como horários e preços das passagens, podem ser encontradas em Local da exposição.

Gostou deste artigo?

Assine seu e-mail Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

GIRONATV.COM É PARTICIPANTE DO PROGRAMA AMAZON SERVICES LLC ASSOCIATES, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE AFILIADO PROJETADO PARA FORNECER MEIOS PARA OS SITES GANHAREM TAXAS DE PUBLICIDADE EM E EM CONEXÃO COM AMAZON.COM. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.COM, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZÔNIA, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS PARA COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO, AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DE AMAZON.COM E DE SEUS VENDEDORES.
Giro na TV