Angela Merkel foi escolhida como a mulher mais poderosa do mundo pela décima vez. CFO Brasileiro na Petrobras ocupa o 77º lugar | Globalismo

Angela Merkel foi escolhida como a mulher mais poderosa do mundo pela décima vez.  CFO Brasileiro na Petrobras ocupa o 77º lugar |  Globalismo

Angela Merkel, chanceler da Alemanha, foi escolhida pela décima vez consecutiva como a mulher mais poderosa do mundo pela revista Forbes, que divulgou os nomes de 2020 nesta terça-feira (8).

Esta é a décima quinta vez que Merkel aparece na lista (cinco vezes, ela não foi a primeira na lista).

Assista a um vídeo sobre a quarta reeleição de Merkel.

Angela Merkel é reeleita hoje para um quarto mandato

Ela foi eleita chanceler pela primeira vez em 2005 e atualmente está em seu quarto mandato. Ela anunciou em 2018 que não iria mais competir.

Em termos práticos, Merkel é uma líder na Europa.

Recentemente, ampliou as medidas de isolamento para conter o vírus Corona na Alemanha até 10 de janeiro. A decisão, chamada de “fechamento parcial”, inclui o fechamento de restaurantes, museus e locais de entretenimento.

Christine Lagarde, presidente do Banco Europeu, ficou em segundo lugar na lista, pela segunda vez. Lagarde é francesa e, entre 2011 e 2019, foi Diretora do Fundo Monetário Internacional.

Kamala Harris, a terceira jogadora mais forte do mundo

Kamala Harris foi eleita vice-presidente dos Estados Unidos com base no cartão Joe Biden. Ela é a primeira mulher a ocupar esse cargo no país.

Kamala Harris diz que trabalhará para eliminar o racismo sistêmico e combater a crise

Kamala Harris diz que trabalhará para eliminar o racismo sistêmico e combater a crise

Harris é um senador da Califórnia. Antes disso, ela foi procuradora-geral daquele estado.

Ela é filha de imigrantes: seu pai nasceu na Jamaica e sua mãe na Índia.

  • Angela Merkel, alemã, chanceler da Alemanha;
  • Christine Lagarde, francesa, presidente do Banco Central Europeu
  • Kamala Harris, americana, eleita vice-presidente dos Estados Unidos.
  • Ursula von der Leyen, alemã, presidente da Comissão Europeia;
  • Melinda Gates, americana, co-presidente da Fundação Bill & Melinda Gates;
  • Mary Barra, americana, CEO da General Motors;
  • A americana Nancy Pelosi, porta-voz da Câmara dos Representantes dos EUA.
  • Anna Patricia Putin, espanhola, presidente do Santander;
  • Abigail Johnson, americana, CEO, Fidelity Investments;
  • Jill Boudreau, americana, CEO da Anthem

Há uma brasileira na lista, a diretora financeira da Petrobras, Andrea Marques de Almeida, que ficou em 77º lugar.

A Forbes informa que foi Marques de Almeida quem anunciou, em 2019, o programa de venda de ativos da Petrobras, que visa arrecadar pelo menos US $ 20 bilhões (aproximadamente R $ 102 bilhões) para a empresa.

Engenheiro de produção brasileiro. Embora trabalhe para a Petrobras, a maior parte de sua carreira aconteceu na Vale. Trabalhou nas áreas de finanças, tesouraria e gestão de riscos em uma mineradora.

Entre 2015 e 2018, ela ocupou o cargo de CFO da Vale Canada em Toronto. Depois disso, foi CEO da Tesouraria Global da Vale.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

GIRONATV.COM É PARTICIPANTE DO PROGRAMA AMAZON SERVICES LLC ASSOCIATES, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE AFILIADO PROJETADO PARA FORNECER MEIOS PARA OS SITES GANHAREM TAXAS DE PUBLICIDADE EM E EM CONEXÃO COM AMAZON.COM. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.COM, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZÔNIA, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS PARA COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO, AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DE AMAZON.COM E DE SEUS VENDEDORES.
Giro na TV