Resumo semanal – novela Ribeirão do Tempo 15/01 a 19/01

0
Logotipo da novela "Ribeirão do Tempo", exibida pela Record TV - (Foto: Reprodução/Record TV)

Confira abaixo o resumo da semana da novela “Ribeirão do Tempo”, de 15/01/2018 a 19/01/2018. A novela está sendo exibido no canal “Record”, a partir das 14h45.

Resumo da novela “Ribeirão do Tempo” (Record) de segunda-feira, dia 15/01 – Capítulo 225

Celular de Sereno toca e ele não atende, diz ser sua namorada. Sereno liga para Marta fora da casa, mas Flores observa tudo da janela. Sereno diz a Marta que não chegou a nenhuma conclusão e a policial pede para vê-lo. Marisa vai a prefeitura falar com Querêncio e diz que sente saudades. Marta recebe Sereno em sua casa. Arminda se irrita com a proximidade entre Joca e Adriana. Sereno revela para Marta o medo que sente só de imaginar a reação de Flores, caso descubra que seus segredos foram revelados. Ele começa a ficar nervoso, mas a investigadora o tranquiliza. Em seguida, Marta detalha o plano para desmascarar Flores. Querêncio fica angustiado quando Marisa comunica que vai pedir a separação formal. Nicolau e Lílian organizam os últimos preparativos para o comício e o senador decide esperar Karina antes de ir à praça dar início ao evento. Flores conversa com o General ao telefone sobre os próximos estágios de seus planos. O misterioso mentor da conspiração levanta a suspeita sobre Sereno e Flores diz ter total controle da situação. Marta conta a Sereno que somente seu depoimento não é capaz de deter o professor e que é preciso gravar a confissão de Flores. O hacker aceita participar do plano. Teixeira comunica à Arminda, Bruno e Claudel que vai se demitir e que renunciará à condição de inventariante do testamento de Durrel para sair do Brasil.

Resumo da novela “Ribeirão do Tempo” (Record) de terça-feira, dia 16/01 – Capítulo 226

Joca se disfarça de mendigo e circula pela cidade. Sereno vai a casa de Flores, que pede para que ele lance um manifesto do Comando Invisível afirmando sua independência política. Karina chega e vai com Nicolau para o comício. Iara decide contar seus segredos para todos e vai até o quarto de Tito, mas encontra Filomena. A filha do prefeito avisa que está deixando a pousada. O comício se inicia. Joca se aproveita da ocasião e se aproxima da casa de Flores. O professor está bêbado, inebriado ao ditar o manifesto para Sereno, que aproveita um momento de distração e liga o gravador. Ele induz Flores a falar sobre seus crimes. Todos ficam tristes com a notícia de que Filomena vai embora. Newton tenta convencer Tito a fazer com que Filó fique, mas o dono da pousada já se deu por vencido. Alfredo corteja Léia. Bem tocado pela bebida, Flores fala sobre todas as mortes e assassinatos. Devido ao nervosismo, Sereno sua demais. O professor estranha e pede que se o rapaz se enxugue. Quando Sereno pega um lenço de seu bolso, deixa gravador cair. Flores fica perplexo enquanto Sereno pega o gravador e guarda no bolso. Ele sai correndo enquanto Flores, muito bêbado e descontrolado, pega um revólver para correr atrás de Sereno. Flores começa a disparar, mas não o acerta. Os dois saem correndo da casa. Joca vê a cena e decide intervir.

Resumo da novela “Ribeirão do Tempo” (Record) de quarta-feira, dia 17/01 – Capítulo 227

Jairo, que acompanhado de alguns agentes, escuta os tiros. Sereno chega a beco sem saída. Quando Flores vai disparar, Joca interfere e os dois começam a brigar. O hacker aproveita a briga e foge. O professor lembra do comício perto de sua casa e começa a gritar por socorro. Jairo, que está próximo, ordena que seu agente atire no suposto terrorista. Joca pula o muro e foge. Jairo e seus agente correm atrás do detetive. Flores se recompõe da briga com Joca. Ferido, decide ir até o comício de Nicolau. O professor sobe no palanque e se junta à Karina. Durante a fuga, Joca encontra Sereno mancando. Ele pede que o hacker entregue o gravador para Marisa. Os agentes federais se aproximam e o detetive continua em sua fuga. Flores pede a palavra para Nicolau e começa a discursar. O professor afirma que sofreu um atentado. Joca tropeça durante a fuga e os agentes federais conseguem prendê-lo. Teixeira avisa à Querêncio que deixará de ser inventariante do testamento de Durrel. O advogado convoca todos para comunicar algo. Célia chama Bruno para uma conversa e avisa que além da separação, pedirá metade de seus bens. Durante seu discurso, Flores diz que Joca atentou contra sua vida. Jairo e seus agentes conduzem o detetive até a delegacia. Filomena se despede de Tito. Sentida, ela diz que ficará hospedada no Solar. Filó se despede de todos da pousada antes de sair.

Resumo da novela “Ribeirão do Tempo” (Record) de quinta-feira, dia 18/01 – Capítulo 228

Romeu propõe um brinde e Alfredo corteja Léia novamente, que fica constrangida. Elza chega esbaforida e diz que Joca foi preso. Léia desmaia no mesmo instante. Marta se desespera com a falta de notícias sobre Sereno. Joca é escoltado até a delegacia. Ajuricaba acredita que finalmente os agentes federais deixarão a cidade. Durante a reunião, Teixeira conta que queimou um documento deixado por Durrel, onde indicava Arminda como sua sucessora na presidência internacional da empresa. Jairo começa a interrogar Joca. O agente federal não acredita nas palavras do detetive e começa a se irritar. Arminda fica possessa ao pensar na atitude de Teixeira. Claudel avisa que a diretoria na Europa já tinha tomado a mesma decisão, logo a atitude do advogado não faz diferença. Nicolau e Karina ficam preocupados ao ouvirem o relato de Flores, sobre a gravação de sua conversa. Marisa liga para Arminda e conta que Joca foi levado pela polícia. Flores diz para Ajuricaba que Sereno está envolvido no suposto plano terrorista. O hacker entrega o gravador para Marta. Jairo não deixa que Ventania converse com Joca e decide levar o detetive para Brasília. Marta leva o gravador para a delegacia. Sereno grava uma conversa de Flores na qual o crápula confessa todos os seus crimes e revela como se aliou a Nicolau e Karina. Essa prova inocenta Joca.

Resumo da novela “Ribeirão do Tempo” (Record) de sexta-feira, dia 19/01 – Capítulo 229

Os três assassinos são punidos. Nicolau morre. Marta se apaixona por Sereno. Depois que o hacker ajuda a esclarecer os crimes da cidade, ele é perdoado pela Justiça. Assim, se junta à policial que ama há muito tempo em segredo. Teixeira conta para todos na Patrimônio Eterno que queimou um documento deixado por Madame Durrel, no qual a milionária indicava Arminda como sucessora na presidência internacional da empresa. O advogado pede demissão e renuncia à condição de inventariante do testamento. Logo em seguida, deixa o país com Célia. Arminda assume o cargo que lhe cabe por direito e a fortuna de Querêncio continua nas mãos dele. Joca e Arminda preferem morar cada um na sua casa, em clima de muito romance. Diana comemora a união das duas pessoas que mais gosta neste mundo. Querêncio é feliz ao lado de Marisa e muda a vida do povo de Ribeirão. Querêncio transforma a cidade com sua fortuna e continua tomando os seus drinques, mas sem exageros. Marisa volta para ele, após as mudanças que ele promove na região, sobretudo junto aos mais pobres. Filó diz a Tito que chegou ao fim o prazo estipulado por eles para o casamento. O rapaz fica sem ação e ela vai embora para o solar. Ele se da conta de que a vida ficou insuportável, corre atrás de Filó, declara os seus sentimentos e reconquista a jovem.

O conteúdo dos resumos da novela “Ribeirão do Tempo” é de responsabilidade da emissora, de modo que o Giro na TV se isenta de qualquer mudança realizada nas edições dos capítulos.

Deixe um comentário