Resumo da novela “Ribeirão do Tempo” – quinta-feira, dia 07/12

0
Logotipo da novela "Ribeirão do Tempo", exibida pela Record TV - (Foto: Reprodução/Record TV)

Abaixo está disponível o resumo da novela “Ribeirão do Tempo” de quinta-feira, dia 07 de Dezembro, que está programado para ser exibido a partir de 14h45, na Record TV.

Resumo do capítulo 198 da novela “Ribeirão do Tempo” de quinta-feira, 07/12/2017

Ari e Clorís se encontram no meio da multidão. Lincon diz a Patrícia que fez um blog e que postará fotos da visita do presidente. Karina injeta o veneno na cachaça e fica feliz por ter cumprido a sua parte no plano. Nicolau pergunta a Karina se ela conseguiu fazer sua parte. Ela diz que sim. Flores troca olhares com Nicolau. Flores e Joca se encaram. O presidente chega à prefeitura e Nicolau tenta roubar a cena. Querêncio pede para Virgínia pegar a cachaça. Virgílio pede conselhos a Nasinho para ganhar a confiança do senador. Nasinho diz para ele matar Iara. Querêncio e Nicolau discursam e o prefeito dá a garrafa de cachaça ao presidente. Ele diz que beberá depois da solenidade na praça. O presidente discursa e bebe um gole da cachaça. Ele passa mal e todos acham que é brincadeira. Logo a cidade percebe que não é brincadeira e começa a confusão. Sancha tenta acudir o presidente e Flores observa tudo de longe. Sancha diz que o presidente está morrendo. Nicolau e Karina assistem a tudo, tensos. Flores observa, satisfeito. Todos conversam sobre o que aconteceu com o presidente e Joca diz que se ele morrer, haverá uma confusão enorme em Ribeirão do Tempo. Marta conta a Cardoso o que aconteceu e comenta que a Polícia Federal tomará conta do caso. Os médicos dão a suspeita de que o presidente foi envenenado. Todos ficam muito agitados com o atentado. Ivo decide postar uma notícia sobre o acontecimento na internet, mesmo sem a aprovação do Senador. Um médico atende o presidente ainda na praça. Querêncio pergunta se existe alguma chance de sobrevivência. O prefeito recebe uma resposta negativa. O médico pede que um agente leve a cachaça para a perícia. Jairo, agente da Polícia Federal, diz à Querêncio que ele deve prestar depoimento imediatamente, já que a bebida foi dada de presente pelo próprio prefeito. Flores chama Ajuricaba para uma conversa em sua casa. Lincon corre apressado para dar a notícia do atentado em seu blog. Léia arrasta Joca para casa e o impede de descobrir indícios sobre o acontecimento. Em depoimento, Querêncio conta que a cachaça ficou guardada na sala de Bill. O agente decide que deve falar com o secretário do silêncio. Flores diz à Ajuricaba que suspeita de Joca como principal envolvido no envenenamento da cachaça, mas pede total discrição. O delegado vai até Jairo e diz que conhece o culpado pelo atentado. Fingindo estar emocionado, Nicolau anuncia que o presidente faleceu. O senador diz aos jornalistas que ainda não existem certezas sobre o acontecimento. Joca liga para Arminda e diz que tem certeza da participação de Flores no envenenamento. O detetive conta ainda que buscará meios para incriminar os culpados. Carmem afirma para André e Sérgio que a Conspiração Azul deve estar envolvida no atentado. Lincon mostra para Patrícia que a morte do presidente teve grande repercussão em todo o mundo. Sereno avisa a Flores que já postou o comunicado do Comando Invisível acusando a Conspiração. O professor diz que Nicolau continua sendo o próximo alvo de seus planos. Ajuricaba guia Jairo até a casa de Joca. Eles decidem revistar o carro do detetive antes de entrar na casa. Léia tenta, em vão, convencer seu filho a ficar em casa. Nicolau decide que o jornal do dia seguinte terá como notícia principal o seu depoimento. O Senador decide também que vai escrever um editorial acusando a Conspiração Azul pelo crime. Os agentes encontram uma ampola de cianureto no carro de Joca. Tudo é documentado e fotografado. O veneno é levado para análise. Ajuricaba bate na porta de Léia e pede para conversar com Joca. Ela ganha tempo enquanto seu filho sobe para o quarto e foge pela janela. Os agentes entram, mas se dão conta que o detetive já fugiu. Ajuricaba diz para Léia que Joca matou o presidente.

O conteúdo do resumo de “Ribeirão do Tempo” é de responsabilidade da emissora, de modo que o Giro na TV se isenta de qualquer mudança realizada na edição do capítulo.

Deixe um comentário